“É importante que as crianças tenham contato com a literatura negra", disse Elizandra Souza



Durante live realizada no dia 23 de novembro na plataforma da Fundação, a jornalista e escritora deixou diversas dicas da literatura infantil


A convidada do projeto 40tena Cultural no dia 23 de novembro foi a jornalista e escritora Elizandra Souza que apresentou a atividade “Dicas de leitura para crianças: literatura negra e representatividade”. Durante o bate-papo on-line, realizado no Instagram da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto e no site da instituição, a escritora debateu sobre a importância dos pais incentivarem as crianças a lerem autores e histórias negras de modo que essas identidades sejam construídas positivamente.


Durante o encontro, Elizandra Souza reforçou a questão de que os jovens e as crianças são movidos pelo exemplo e, por isso, a importância da figura dos pais incentivar esse tipo de leitura. “Mesmo que a criança ainda não tenha entendimento do assunto, é importante esse estímulo, pois aguça a criatividade e ainda constrói um imaginário delas se projetarem nas histórias. Com a leitura, há uma melhora na escrita e na comunicação, além de estimular as atitudes éticas”, comentou a jornalista.


Segundo ela, é importante proporcionar a leitura como se ela fosse uma brincadeira, para que o livro ganhe uma relevância para a criança. “Após a leitura, é importante que os pais estimulem uma pintura, um desenho e uma conversa sobre a história que a criança leu”, explicou.


Durante a conversa a autora deixou algumas dicas de leituras. A obra “Vermelho”, escrita por Maria Tereza e ilustrada por Andrés Sandoval, foi uma delas. A outra dica literária foi “Adumbi”, de Mel Adún e ilustrações de Reane Lisboa. “Escolhi essa obra porque apresenta de forma lúdica os nossos orixás”, mostrou. “As férias fantásticas de Lili”, de Lívia Natália, também foi uma dica da autora.


Confira a lista com outras dicas da jornalista: - “Amora”, de Emicida - “E foi assim que eu e a escuridão ficamos amigas”, de Emicida - “Ibejis: poesias do meu ventre”, de Thata Alves - “Ulomma. A casa da beleza e outros contos”, de Sunny - “Omo-oba: histórias de princesas”, de Kiusam Oliveira - “Contos de Olófi”, de Teresa Cárdenas Ângulo - “Amanhecer Esmeralda”, de Ferréz - “Menino moleque poeta serelepe”, de Rodrigo Ciríaco


O encontro completo está disponível no canal da Fundação no Youtube e para assistir, basta acessar o link a cima.

Rua Professor Mariano Siqueira, 81

Jardim América - Ribeirão Preto SP

Fale conosco

Telefone: (16) 3911-1050

WhatsApp: (16) 98201-2389

contato@fundacaodolivroeleitura.com.br

Horário de Funcionamento

De segunda a sexta, das 9h às 18h

*Em função da pandemia do novo Coronavírus, a Fundação está atendendo via WhathsApp e plataforma Zoom para reuniões, com toda equipe atuando em sistema home-office.

*Consulte nossos horários especiais de funcionamento durante a Feira Internacional do Livro e demais eventos.

Receba nossa News e fique por dentro de todos nossos eventos e notícias

  • Instagram
  • Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube
botao_fixo.png