Último dia de oficina de charges e tirinhas trouxe Carlos Ruas

Atividade da programação da 40tena Cultural complementa a aula ministrada, no dia anterior, pelo chargista Thomas Larson, o Thomate



A última etapa da oficina on-line “Processos de Criação de Charges e Tirinhas” contou com a participação do chargista Carlos Ruas, no dia (19/5). A atividade fez parte da programação do projeto 40tena Cultural.


Carlos Ruas ficou conhecido pelas webcomis “Um Sábado Qualquer”, “Mundo Avesso” e “Cães e Gatos” – três universos distintos e criativos que compõem a sua obra. Durante a oficina, o chargista abordou um tema importante no processo de criação de charges, quadrinhos, tirinhas e qualquer outra profissão: a identidade. Para ele, “até empresas devem ter sua própria identidade, o que considera mais importante até, do que a marca”, disse.


Para o processo de criação de identidade, ele citou dois desenhistas e roteiristas brasileiros que têm os traços marcantes e inconfundíveis: Maurício de Sousa e Ziraldo. No primeiro, segundo ele, é só olhar para os olhos marcantes de seus personagens para saber que estamos visualizando uma obra da Turma da Mônica. “O olho se tornou a parte mais valiosa da Mônica. Já nas artes de Ziraldo, os traços arredondados no rosto são marcas registradas. É muito importante você ter sua própria identidade, ser reconhecido através disso”, explicou Carlos Ruas.


Mas como criar minha própria identidade? O chargista deixou uma dica valiosa para conseguir atingir e criar a própria característica de desenho: “tenha sempre um caderninho perto de você, as ideias não têm hora para chegar, então anote. Use suas próprias tragédias, faça uma limonada disso. Quebre as expectativas que as pessoas possam ter da sua obra. Pense como uma criança e quebre aquilo que é ensinado a nós diariamente. Se gosta de um personagem, imagine o dia a dia dele”, pontuou.


Carlos Ruas nasceu em 1985, em Niterói (RJ) e, desde cedo, demonstrou interesse e talento para o desenho. É formado em desenho industrial e atua profissionalmente em quadrinhos desde 2010. Em 2012, recebeu o Troféu HQ Mix (o “Oscar” dos quadrinhos brasileiros) e em 2015, o livro “Êxodo: nos bastidores da bíblia” conquistou o 32° Troféu Angelo Agostini. O sucesso das tirinhas que abordavam as religiões com humor e irreverência possibilitou que, em 2011, o “Um Sábado Qualquer” fosse um dos blogs de quadrinhos mais acessados do país, conquistando um público diversificado e aberto à reflexão. Ruas participou do livro em homenagem a Mauricio de Sousa, “MSP novos 50”, e tem sete livros publicados: seu 4° livro, “A infância de Cristo”, arrecadou R$ 280 mil na plataforma Catarse, batendo o recorde de maior arrecadação nerd.

botao_fixo.png