‘A utopia é o que nos move para seguir acreditando’, disse Bruna Benevides no 40tena Cultural

Debate entre a primeira mulher trans nas Forças Armadas do Brasil e a drag queen Ruth Venceremos encerrou a temática de junho, em celebração ao Orgulho LGBTQIAP+



Para encerrar a programação de junho do projeto 40tena Cultural, focado na temática do Orgulho LGBTQIAP+, a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto convidou a pesquisadora e primeira mulher trans a ingressar nas Forças Armadas Brasileiras, Bruna Benevides, e a drag queen, ativista e produtora cultural, Ruth Venceremos. No bate-papo “A utopia da igualdade”, transmitido pelas redes sociais da entidade no dia 30 de junho, as convidadas debateram sobre igualdade, diversidade e, claro, utopias.


Bruna se diz uma pessoa que acredita no poder da transformação. “Mas acredito também que se indignar, se revoltar, organizando essa raiva como combustível de luta, é fundamental”, comentou a militar. Segundo ela, se não existisse ideia de utopias, não haveria combustível para construir futuros, interações humanas e desconstruções. “A utopia é o que nos move para seguir acreditando, vivas e vivos. Em que direção vamos caminhar, não importa como e nem as dificuldades que encontremos nesse momento”. Para Ruth, a utopia está ligada ao território de fala, de onde a pessoa está localizada no mundo. “Desde as perspectivas e territórios que tentamos construir, a questão da igualdade é central e fundamental”, afirmou a ativista.


Bruna explicou que para entender a igualdade, é necessário compreender a desigualdade, em que os acessos das pessoas não acontecem de uma forma justa. “Pensar em igualdade é proporcionar acesso justo para os que não estão conseguindo chegar lá”, recomendou a pesquisadora. Mas, segundo ela, para atingir o objetivo, devemos pensar além da igualdade, no sentido de equidade. “É entregar para as pessoas aquilo que elas precisam, não o que nós achamos que seja melhor para elas”, comentou a militar.


Para acompanhar o bate-papo completo entre Bruna Benevides e Ruth Venceremos, assista o vídeo acima ou acesse o canal do Youtube da Fundação.

botao_fixo.png