Biblioteca das Artes “Lucília Junqueira de Almeida Prado” é reinaugurada

Novo espaço cultural, que reúne mais de 4 mil títulos para públicos de todas as idades, já está aberto à população de Ribeirão Preto



A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto reinaugurou a Biblioteca das Artes Lucília Junqueira de Almeida Prado no dia 26/3 (sábado), instalada em um espaço totalmente reformulado dentro da sede da entidade (Rua Professor Mariano Siqueira, 81, Jd. América).


Para marcar a reinauguração do espaço público foi realizada a atividade infantil “Histórias de Suassuna”, com o músico Márcio Bá. O evento contou com a presença da diretoria da Fundação do Livro e Leitura, além de pessoas ligadas ao universo cultural, educacional e social da cidade. A escritora infantojuvenil de Ribeirão Preto, Lucília Junqueira de Almeida Prado, de 98 anos e que dá nome à biblioteca, também esteve presente. Lucília foi nacionalmente premiada - inclusive com um Jabuti: é autora de mais de 60 livros publicados, além de 10 contos e um romance para o público adulto. “Nossa homenagem hoje é para essa escritora, que temos o prazer imenso de recebê-la aqui. Aprendi a ler com os livros dela, pois foi ali que descobri como a literatura era fantástica. Quando a Fundação do Livro resolveu homenagear a escritora, na primeira versão dessa biblioteca, sempre tivemos a absoluta certeza que essa era a mais bela e necessária homenagem”, destacou Adriana Silva, vice-presidente da entidade.

A BIBLIOTECA


Após um ano de obras, o projeto de revitalização do espaço transformou o próprio acervo da Fundação do Livro e Leitura em uma biblioteca, com nova pintura, novas estantes e adequação para receber o público também em atividades complementares à consulta dos livros, como teatro, música, cinema, palestras, contações de histórias, saraus, oficinas e lançamentos, com participação de artistas e escritores de Ribeirão Preto e cidades vizinhas.

Viabilizada por meio do Edital ProAc 17/2020 – Manutenção e Modernização de Espaços Culturais Independentes no Estado de São Paulo, o trabalho de reestruturação e revitalização teve início em março de 2021. A biblioteca oferece um acervo físico com mais de 4.500 mil volumes, todos disponíveis para pesquisa e leitura no local, com foco na literatura produzida por autores de Ribeirão Preto e região, além de literatura de ficção, nacional e estrangeira. A biblioteca tem capacidade de receber 35 pessoas sentadas e 70 de público volante.

“Toda biblioteca, seja ela pública ou privada, é um espaço que deve ser festejado, pois acreditamos que o livro exerce um papel fundamental na abertura de novos horizontes, no pensamento crítico, em novos vocabulários e como uma ferramenta importante para educação”, disse Dulce Neves, presidente da Fundação.

botao_fixo.png