top of page

Cine Fórum exibe “Terra de Minas”


O encontro mensal do Cine Fórum, organizado pelos Gêmeos do Cinema, André e Marcos de Castro, aconteceu no dia 22 de junho, na sede da entidade. Neste mês, foi exibido o filme dinamarquês “Terra de Minas”, de 2015: um drama dirigido e escrito por Martin Zadvliet que foi indicado ao Oscar na categoria de melhor filme estrangeiro de 2017.


Muitos filmes, segundo Marcos de Castro, retratam os horrores e traumas da Segunda Grande Guerra Mundial. Porém, “Terra de Minas” é um dos poucos que retratam o pós-guerra e seus horrores. Outro ponto importante para a escolha do filme, de acordo com Castro, é que, das 26 sessões realizadas desde 2022, apenas uma vez foi exibido um longa estrangeiro – sem ser de língua inglesa. “Queremos nos afastar um pouco das produções norte-americanas. Então, trazer esse filme de língua dinamarquesa e alemã foi uma forma de reconhecer essas produções, já que somos acostumados pelo cinema norte-americano e por suas narrativas”, comentou.


Para os coordenadores, os encontros mensais do Cine Fórum são sucesso de público. “É um evento cult, maravilhoso. Criamos uma familiaridade entre os participantes, com grande diversidade de público. Temos aqueles que vão para escutar e assim mudar sua percepção do cinema, até aqueles que vão para debater e conversar sobre a obra”, mostrou André de Castro.


É o caso do Marcelo Noccioli, professor e vendedor, que frequenta o grupo desde 2012. “Este encontro é a minha cara. A exposição que os meninos realizam sobre todos os aspectos do filme e o debate subsequente, muitas vezes revelam pontos que passam despercebidos durante a primeira visualização”, destacou o participante que, mesmo sem assistir filmes na infância, cresceu lendo bastante.


Porém, segundo ele, foi no Cine Fórum que começou a conhecer mais sobre cinema e a entender as produções que assistia, principalmente na linguagem oculta. “Existem coisas que não estão na primeira camada do filme. É necessário um conhecimento aprofundado e perceber, nas entrelinhas, o que o diretor ou roteiristas queriam dizer em determinada cena. O Cine Fórum abriu minha cabeça para isso”, explicou.

Juliana Dassoler Figueredo com os Gêmeos do Cinema

Já a administradora pública Juliana Dassoler Figueredo conhece os Gêmeos do Cinema de longa data, mas só foi participar do Cine Fórum no ano passado. “Sempre gostei de cinema, acompanho muitas críticas no Youtube também, mas o Cine Fórum me agradou por ter a visão do Marcos e do André, além da qualidade na seleção dos filmes. Já assisti mais de 400 filmes na minha vida, mas, dois que eu gostaria que estivessem na agenda do projeto é o Cafarnaum (2018) e o Os Banshees de Inisherin (2022) - inclusive esse foi indicado ao Oscar do mesmo ano”, recomendou.


A participação nos encontros é gratuita e aberta.

Comments


botao_fixo.png
bottom of page