Memória foi tema do encontro do Núcleo de Contadores de História



Quem comandou o Núcleo de Contadores de Histórias do dia 27/11 foi a pedagoga, arte educadora, atriz e contadora de histórias, Gracyela Gitirana, que trouxe o tema “A Memória”. O encontro teve ainda a participação da atriz e contadora de histórias, Paula Yemanjá.


Após a apresentação do livro de Daniel Munduruku e Heloisa Prieto, “Vó Coruja”, durante a 20ª Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto (FIL), Gracyela Gitirana resolveu abordar o tema, pois a contadora convidada – Paula Yemanjá – desenvolve um projeto chamado Mnemósine, que valoriza a memória das mulheres.


“Em uma dessas histórias do livro há a figura da avó que traz a memória ancestral e as histórias dos povos indígenas”, explicou a contadora, lembrando que a memória ocupa um grande espaço na arte da contação. “São memórias da própria história, que você tem que lembrar, mas também histórias que você vive”, comentou.


Foi essa capacidade humana de reter fatos e experiências do passado e transmiti-los de diferentes formas o tema abordado no encontro. O grupo passeou por memórias individuais e afetivas e resgatou feitos de mulheres que permeiam nossa memória coletiva, mas que, durante muito tempo, foram deixadas de lado e quase esquecidas.


Gostou da temática? Quer saber mais sobre esse encontro que debateu e compreendeu melhor como podemos manter viva a nossa história e claro, nossa memória? Então confira como foi o encontro do Núcleo dos Contadores de História na íntegra, disponível no canal do Youtube da Fundação.

botao_fixo.png