Clube do Livro discutiu "A Filha Perdida"



Mais um encontro on-line do tradicional Clube do Livro, da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, aconteceu no sábado, dia 26/06. Conduzido pela bibliotecária Gabriela Pedrão, o grupo discutiu a obra de Elena Ferrante: "A Filha Perdida".


O terceiro romance da escritora foi lançado em 2006 e tem um estilo inconfundível, partindo de elementos simples para construir uma narrativa intensa sobre maternidade e as consequências que a família pode ter na vida de diferentes gerações de mulheres.


Gabriela Pedrão explicou que a escolha do livro foi difícil porque a qualidade das obras da escritora é surpreendente. "Decidimos por 'A Filha Perdida' devido às notas que ele tem em aplicativos de literatura e às sugestões de outras pessoas", explicou. A autora é famosa por abordar temas introspectivos, histórias de relacionamentos e vivências pessoais em seus personagens, combinando com o atual momento pandêmico.


Elena Ferrante nasceu em Nápoles, na Itália. Sua identidade é um mistério desde sua primeira publicação, em 1996. Em 2016, foi uma publicada uma matéria italiana especulando a verdadeira identidade da autora, que seria uma tradutora habitante de Roma, criando ainda mais suspense sobre a intrigante escritora. Elena é autora de 'Dias de Abandono', 'Uma Noite na Praia', 'A História de Quem Foge' e 'Quem Fica'.

Quem quiser conferir, na íntegra, o debate sobre o livro e as curiosidades de quem já leu a obra, o encontro está disponível no início do texto 👆🏻 e também em nosso canal do Youtube.


botao_fixo.png