Painel sobre a obra de Mauricio de Sousa reuniu especialistas e sobrinho do desenhista

Realizado no formato virtual, encontro abordou diferentes pontos da produção do criador da Turma da Mônica, das cores dos personagens às adaptações tecnológicas



Um dos destaques da tarde do primeiro dia da 21ª Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto foi o painel que reuniu cinco especialistas para o debate “A Obra de Mauricio de Sousa”. Realizado apenas no formato virtual, o encontro teve a participação da ilustradora e escritora Monika Papescu, diretamente de Israel; Renato Azevedo, estudioso da obra de Sousa; Márcio Meyer, publicitário e cartunista; Tina Curtis, poeta e quadrinista; Nereide Santa Rosa, escritora, coordenadora da Academia Internacional de Literatura Brasileira e mediadora do painel; e Amauri Sousa, diretor do Instituto Maurício de Sousa e sobrinho do escritor.


Durante a conversa, os convidados destacaram a importância da história construída por Mauricio de Sousa para a literatura nacional, que atravessa gerações de leitores. Monika Papescu, que teve seu nome escolhido por conta de uma das personagens criadas por Maurício de Sousa, contou que “a Turma da Mônica fez parte da alfabetização em minha família, na minha geração e na geração dos meus filhos”.


As séries com referências na cultura pop, os contornos social, ambiental e ecológico presentes nas histórias da Turma da Mônica, as revistas clássicas dos anos 1980 e 1990 e a adequação ao mundo da tecnologia e à nova geração digital também foram pontos comentados.


Amauri Sousa adiantou que novas edições da Turma voltadas à cultura pop estão em estudo, assim como o relançamento dos clássicos. No viés tecnológico, Amauri lembrou que a banca virtual no site da empresa registrou forte crescimento de acessos durante a pandemia. “Vivemos novos tempos e estamos atentos a isso. No entanto, a assinatura de revistas físicas continuam porque também é forte o público para esse mercado”, comentou o gestor do Instituto Maurício de Sousa.


A inserção educacional, as revistas inclusivas, a diversidade de temáticas abordadas nas histórias, que vão de meio ambiente a refugiados e ao Estatuto do Idoso, os licenciamentos de produtos diversos e a transposição das criações para o cinema também foram assuntos destacados no painel.


Entre as curiosidades, Amauri de Sousa contou que nunca houve um estudo de cores para definir o vermelho da Mônica, o amarelo da Magali ou o verde do Cebolinha. “Eram as cores que as crianças estavam usando no momento de criação do Maurício”, explicou o sobrinho, lembrando que todos os primos - filhos de Maurício de Sousa -, se tornaram personagens do pai. “Eu fui só um jacaré que virou bolsa numa história que acabou”, lembrou com descontração.


Os gibis da Turma da Mônica estão em mais de 21 países e a Disney está produzindo um filme sobre Maurício de Sousa. “É um humor que agrada crianças e adultos porque crianças são iguais no mundo inteiro e os adultos são sempre convidados a resgatar as crianças que vivem neles”, finalizou Amauri Sousa.


Sobre a Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto


A 21ª edição da Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto aconteceu de 20 a 28 de agosto de 2022 e trouxe como proposta de reflexão o tema “Do Caburaí ao Chuí: a força da Literatura Brasileira”. A proposição embasou todas as atividades e debates do evento. A feira consagrou-se como um dos maiores eventos culturais do país: 21 anos de história e 20 edições realizadas. Em 2020, a feira tornou-se internacional e em 2021 realizou sua 20ª edição, pela primeira vez, no formato on-line, devido à pandemia do Coronavírus. Realização: Ministério do Turismo, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Usina Alta Mogiana, GS Inima Ambient e Fundação do Livro e Leitura apresentam a 21ª Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto (FIL). Patrocínio Diamante: Usina Alta Mogiana e GS Inima Ambient. Patrocínio Ouro: GasBrasiliano e Savegnago. Patrocínio Prata: Passalacqua, Premier Pet, Pedra Agroindustrial, Ribeirãoshopping e Riberfoods, Usina Vertente,Tereos e Vittia. Patrocínio Bronze: Supermercados Gricki, MazaTarraf, Tracan, Santa Helena. Patrocínio: Madeiranit, Usina São Martinho, Tarraf. Instituição Cultural: SESC. Parceria Cultural: Fundação Dom Pedro II – Theatro Pedro II, Alma – Academia Livre de Música e Artes, Biblioteca Sinhá Junqueira, Centro Cultural Palace, Instituto do Livro, CUFA, A Fábrica, IPCCIC – Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais, Teatro Municipal de Ribeirão Preto, AbaCare, Associação de Surdos, CAEERP, FADA, Fundação Panda, Ribdown, SOMAR. Apoio: ACIRP, Base Química , Cenourão, Combustran, DTEK, Durati Distribuidora, Lopes Material Rodante,Molyplast, Mialich supermercados, Santa Emília, Transmogiana,Tonin, Vantage – Geo Agro, ViaBrasil, Coderp, Transerp, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Secretaria de Cultura e Turismo, Secretaria de Educação, Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria de Infraestrutura. Apoio Cultural: Convention Bureau, Colégio Marista, Diretoria de Ensino – Região de Ribeirão Preto, ETEC – José Martimiano da Silva, Educandário, SESI, Barão de Mauá, Centro Universitário Moura Lacerda, Unaerp, NW3, Grupo Utam, Monreale Hotéis, Painew, Verbo Nostro Comunicação Planejada e Instituto Unimed.

botao_fixo.png