A PALAVRA É: CIDADANIA

‘A indignação é o motor da cidadania’


Historiadora e professora Sandra Molina diz que a indignação frente aos problemas sociais é o que nos leva ao exercício pleno da cidadania


Quando você toma conhecimento que um quarto da população brasileira vive abaixo da linha da pobreza e milhões de crianças passam fome no país, como reage? Acha que isso não é problema seu e que para resolver esta situação existem os governantes ou fica indignado, reconhece que este é um tema de Estado, mas que você também pode fazer a sua parte? Se você opta pelo segundo caminho, está na direção do exercício da Cidadania, palavra que foi o tema da conversa entre a historiadora e professora da Unaerp, Sandra Molina, e a jornalista Érica Amêndola, na noite de quarta-feira (16/9), dentro do evento 20 Horas de Literatura.

“A maior dificuldade do exercício da cidadania na sociedade brasileira reside em pensarmos que alguém vai resolver todos os problemas por nós. Nos acostumamos a banalizar as questões sociais e a agir individualmente, esperando que algum salvador da pátria vá aparecer. Não temos uma consciência horizontal, mas, mais do que nunca, será preciso pensar no coletivo, no período que virá no pós-pandemia”, defendeu Sandra.

Para a professora, a cidadania encontra na micropolítica e no engajamento em ações da sociedade civil organizada um campo fértil. “Mesmo em períodos mais difíceis da humanidade, como na escravidão, havia a capacidade de articulação, de exercício da cidadania entre aqueles que lutavam por seus direitos. Por quê, então, não conseguimos refletir sobre a atualidade, não conseguimos nos indignar com tanta coisa errada?”, questionou. “Exercitar a política no dia a dia, em nossas relações familiares e sociais, é a nossa articulação, é a nossa capacidade de encontrar saídas. É o nosso exercício de cidadania”, completou.


A ação “20 Horas de Literatura” é promovida até sexta-feira (18/9) pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, em parceria com o Sesc-SP e a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. As palestras 100% on-line de 20 autores convidados para falar sobre 20 palavras relevantes para o Brasil e o mundo nas últimas duas décadas tiveram transmissão ao vivo pela plataforma de conteúdo da Fundação (www.fundacaodolivroeleiturarp.com) e por suas redes sociais, como Facebook e YouTube. Toda a agenda conta com profissionais especializados em tradução e interpretação em Libras.


O evento foi uma ação comemorativa aos 20 anos da FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto). Os interessados em assistir a programação podem ainda acessar os canais da instituição. O acesso é livre e gratuito.

Rua Professor Mariano Siqueira, 81

Jardim América - Ribeirão Preto SP

Fale conosco

Telefone: (16) 3911-1050

WhatsApp: (16) 98201-2389

contato@fundacaodolivroeleitura.com.br

Horário de Funcionamento

De segunda a sexta, das 9h às 18h

*Em função da pandemia do novo Coronavírus, a Fundação está atendendo via WhathsApp e plataforma Zoom para reuniões, com toda equipe atuando em sistema home-office.

*Consulte nossos horários especiais de funcionamento durante a Feira Internacional do Livro e demais eventos.

Receba nossa News e fique por dentro de todos nossos eventos e notícias

  • Instagram
  • Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube