Homenagem a Tarsila do Amaral



Em 2022 é celebrado o centenário da Semana da Arte Moderna de 1922. Com isso, a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto preparou uma agenda especial de contações de histórias para a data, com a curadoria da produtora cultural e educadora, Carolina Leopoldo Gregório. O primeiro, aconteceu no dia 5/3 (sábado), na Biblioteca Sinhá Junqueira (Rua Duque de Caxias, 547, Centro), com a professora, escritora e contadora de histórias, Elis, homenageando uma das mais importantes artistas plásticas da primeira fase do Modernismo no Brasil, Tarsila do Amaral.




Tarsila foi integrante do Grupo dos Cinco, junto de Anita Malfatti, Menotti Del Picchia, Mário de Andrade e Oswald de Andrade, os grandes influenciadores no movimento da arte moderna no Brasil. Inclusive, foi através da obra “Abaporu”, da artista, que Oswald – seu futuro marido – produziu o “Manifesto Antropófago”. Ela deixou 230 pinturas, centenas de desenhos, ilustrações, gravuras, murais e cinco esculturas.


Para conhecer outros projetos da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, acesse o canal do Youtube e a plataforma digital da entidade.

botao_fixo.png