Kimani e Mari Luz participam do “Defenda seu Best”



A atividade “Defenda seu Best”, quadro fixo da 40tena Cultural, aconteceu no dia 25/11 e teve a participação da poeta Kimani. Nesta edição, o livro defendido foi “Mulheres que amam demais”, de Robin Norwood, e foi mediado pela psicóloga Mari Luz. Durante a atividade, Kimani falou sobre sua vivência como mulher negra e dividiu situações que passou, fazendo relação com algumas partes do livro. “É neste processo que nos identificamos uns com os outros”, disse.


Sobre o livro, Kimani mostrou a dificuldade em digerir alguns pontos quando ela se identificou com o enredo. “De modo geral, nós mulheres temos uma tendência a priorizar os relacionamentos e estarmos muito mais disponíveis para as outras pessoas, até mais do que para nós mesmas. É isso que o patriarcado faz conosco”, disse. Para ela, o principal ponto positivo de bate-papos como esse é que as mulheres precisam se identificar e conversar umas com as outras. “É um processo de conscientização”, concluiu.


O encontro completo está disponível no canal da Fundação no Youtube e para assistir, basta acessar o vídeo a cima.

botao_fixo.png