Nossas angústias expostas nas rimas do rap

MC Marcello Gugu fez sua releitura de Angústia, de Graciliano Ramos, na Sessão Vestibular da FIL, na Fábrica – Instituto SEB

Sessão Vestibular com MC Marcello Gugu

Pegue um clássico da literatura nacional, como “Angústia”, de Graciliano Ramos, e transforme em uma linguagem próxima da realidade atual e, em especial, das periferias. O desafio, nada fácil, foi encarado em 2019 pelo MC e educador social paulistano Marcello Gugu. Convidado pelo SESC, ele recriou, a seu modo, nove obras indicadas para o vestibular da Fuvest.


“Angústia, em especial, foi marcante. Se você parar para pensar, a quebrada dos anos 90 era muito angustiante. O medo, a violência, faziam parte do nosso dia a dia. E o rap sempre foi muito de expor isso em suas letras. Você pega o “Sobrevivendo no Inferno”, dos Racionais, aquilo é angustiante do começo ao fim”, disse Gugu na sexta-feira, 26/8, durante sua participação na Sessão Vestibular, na Fábrica – Instituto SEB, dentro da programação da 21ª FIL – Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto. A conversa teve mediação dos professores Luiz Cláudio Jubilato e Sérgio Degrande, do produtor cultural Elieser Pereira e alunos do projeto Nau Vestibular.



Sessão Vestibular com MC Marcello Gugu

Observado por uma plateia formada por jovens estudantes do ensino médio, Gugu fez sua releitura do clássico de Graciliano, uma narrativa sufocante, que mistura drama pessoal e crítica social. “Refazer uma obra é recriar sentimentos, é trazer este texto para uma nova perspectiva e estimular a aproximação dos jovens ao texto original”, afirmou o MC.


Realizada durante quatro dias dentro da programação da FIL, a Sessão Vestibular reuniu autores e convidados para debaterem obras indicadas aos principais vestibulares do País.


Além de Marcello Gugu, a atividade trouxe Toni C, artista multimídia, publicitário, pesquisador, editor, escritor e roteirista, que debateu com alunos do ensino médio a obra dos Racionais MC's, Sobrevivendo no Inferno. De maneira on-line, o escritor Milton Hatoum respondeu perguntas do público sobre o seu livro “Dois Irmãos”. E o autor Bernardo Carvalho esteve junto ao público para falar sobre a obra “Nove Noites”.


“A parceria com a Feira do Livro abriu possibilidade de falar dos livros, trazer os autores, transformando esta programação em uma alavanca voltada à educação. A Sessão Vestibular possibilita isso, aproximar os jovens dos autores, criando uma motivação para que eles busquem a educação, que é o único caminho para resolver todos os problemas do País”, avalia o professor Tadeu Terra, coordenador do Projeto Nau Vestibular, do Instituto SEB.


Sobre a Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto


A 21ª edição da Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto aconteceu de 20 a 28 de agosto de 2022 e trouxe como proposta de reflexão o tema “Do Caburaí ao Chuí: a força da Literatura Brasileira”. A proposição embasou todas as atividades e debates do evento. A feira consagrou-se como um dos maiores eventos culturais do país: 21 anos de história e 20 edições realizadas. Em 2020, a feira tornou-se internacional e em 2021 realizou sua 20ª edição, pela primeira vez, no formato on-line, devido à pandemia do Coronavírus. Realização: Ministério do Turismo, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Usina Alta Mogiana, GS Inima Ambient e Fundação do Livro e Leitura apresentam a 21ª Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto (FIL). Patrocínio Diamante: Usina Alta Mogiana e GS Inima Ambient. Patrocínio Ouro: GasBrasiliano e Savegnago. Patrocínio Prata: Passalacqua, Premier Pet, Pedra Agroindustrial, Ribeirãoshopping e Riberfoods, Usina Vertente,Tereos e Vittia. Patrocínio Bronze: Supermercados Gricki, MazaTarraf, Tracan, Santa Helena. Patrocínio: Madeiranit, Usina São Martinho, Tarraf. Instituição Cultural: SESC. Parceria Cultural: Fundação Dom Pedro II – Theatro Pedro II, Alma – Academia Livre de Música e Artes, Biblioteca Sinhá Junqueira, Centro Cultural Palace, Instituto do Livro, CUFA, A Fábrica, IPCCIC – Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais, Teatro Municipal de Ribeirão Preto, AbaCare, Associação de Surdos, CAEERP, FADA, Fundação Panda, Ribdown, SOMAR. Apoio: ACIRP, Base Química , Cenourão, Combustran, DTEK, Durati Distribuidora, Lopes Material Rodante,Molyplast, Mialich supermercados, Santa Emília, Transmogiana,Tonin, Vantage – Geo Agro, ViaBrasil, Coderp, Transerp, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Secretaria de Cultura e Turismo, Secretaria de Educação, Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria de Infraestrutura. Apoio Cultural: Convention Bureau, Colégio Marista, Diretoria de Ensino – Região de Ribeirão Preto, ETEC – José Martimiano da Silva, Educandário, SESI, Barão de Mauá, Centro Universitário Moura Lacerda, Unaerp, NW3, Grupo Utam, Monreale Hotéis, Painew, Verbo Nostro Comunicação Planejada e Instituto Unimed.

botao_fixo.png